Time

  • Luca Belli, PhD,

    é pesquisador sênior do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS) da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro, onde coordena o Projeto “Internet Governance @ FGV”. Luca também é pesquisador associado no Centro de Direito Público Comparado da Universidade de Paris II. Antes de se juntar ao CTS, Luca trabalhou como agente na Unidade de Governança da Internet do Conselho da Europa; serviu como especialista em Neutralidade da Rede para o Conselho da Europa; trabalhou como consultor da Internet Society e como pesquisador PhD na Universidade Panthéon Assas (Paris II). 

    Luca já escreveu e editou uma variedade de pesquisas em inglês, francês, italiano e português, dentre as quais De la Gouvernance à la Régulation de L'Internet, editado por Berger-Levrault, Paris ; Net Neutrality Compendium, editado pela Springer e Community Connectivity: Building the Internet from Scratch, resultado oficial do 11º Fórum de Governança da Internet das Nações Unidas. Seus trabalhos têm sido usados, por exemplo, pelo Conselho da Europa para elaborar a Recomendação do Comitê de Ministros sobre Neutralidade de Rede; citados pelo Relatório sobre Liberdade de Expressão e Internet do Relator Especial da OEA para a Liberdade de Expressão; e publicados ou citados por uma variedade de meios de comunicação, incluindo Le Monde, The Hill, O Globo e La Stampa.

    Luca é copresidente do IGF Coalizões Dinâmicas (DCs) na Conectividade Comunitária, na Responsabilidade das Plataformas e na Neutralidade da Rede. Por fim, é coeditor do Medialaws.eu e da Law, State and Telecommunications Review, assim como membro do Conselho da Aliança para a Internet Acessível.

  • Cristiana Gonzalez

    é doutoranda em Relações Internacionais e pesquisadora do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS) da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro. Foi assessora técnica do Comite Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), pesquisadora no Instituto Brasileiro de Direitos dos Consumidores (IDEC) e coordenadora de projetos da Associação para o Progresso das Comunicações (APC). Trabalhou por seis anos no GPOPAI - Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas de Acesso à Informação - da Universidade de São Paulo, em temas como acesso à informação e direitos autorais.  

  • Eduardo Magrani

    trabalha desde 2008 com Regulação da Internet, Políticas Públicas, Propriedade Intelectual e Direitos Fundamentais. Professor de “Direito e Tecnologia” e “Propriedade Intelectual” na Faculdade de Direito da FGV. Pesquisador e Líder de Projetos no Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV desde 2010.

    Ele é Senior Fellow Professor/Researcher no Alexander von Humboldt Institute for Internet and Society, em Berlim, e Pesquisador Associado na Law Schools Global League. Doutorando e Mestre em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Sua pesquisa de Doutorado é focada na regulação da Internet das Coisas, sob a ótica da proteção da privacidade e da ética.

    Advogado desde 2010, atuando ativamente nos campos de Direitos Digitais, Direito Societário e Propriedade Intelectual. Magrani tem se empenhado fortemente nas discussões sobre a regulamentação da internet que levaram à promulgação da primeira legislação abrangente da internet no Brasil: o Marco Civil da Internet. Eduardocoordenou na FGV o Projeto Access to Knowledge Brasil, como coordenador de projeto, financiado pela Open Society Foundations, participando das políticas de reforma da lei de direitos autorais e regulação da internet no Brasil. É coordenador atualmente dos projetos “Creative Commons Brasil” e da Newsletter Internacional “Digital Rights: Latin America and the Caribbean”, conjuntamente com prestigiosas organizações latino-americanas.

    Autor de diversos livros e artigos na área de Tecnologia e Propriedade Intelectual. Dentre eles os livros “Democracia Conectada” (2014), no qual discute os caminhos e os desafios para aprimorar o sistema democrático através da tecnologia e o livro “A Internet das Coisas” (2017).

  • Félix Blanc

    é Ph.D em Ciência Política pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (Paris) e, atualmente, é Fellow no Centro de Tecnologia e Sociedade (FGV Direito Rio). Sua pesquisa de doutorado focou-se em poderes de guerra e supervisão parlamentar em democracias constitucionais. Foi professor de teoria politica, comunicação e relações internacionais de várias instituições, como Sorbonne University e Science Po Paris. Durante sua pós-graduação foi à Johns Hopkins University e à University College London como visiting student. Colaborou por cinco anos com o Instituto de Estudos Estratégidos do Ministério de Defesa Francês (IRSEM, Paris) em temas como drones, ética militar e relações civis/militares. Desde 2013, tem participado de discussões sobre direitos digitais, cibersegurança e governança da internet e representou a ONG francesa Internet Sans Frontières em uma ampla gama de conferências na África e na Europa. Seu atual projeto de pesquisa trata da conectividade e da governaça de cabos submarinos.

  • Renan Oliveira

    é assistente de pesquisa do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Graduando em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é membro do grupo de pesquisa Liberdades Fundamentais e Cortes Constitucionais, da UERJ, onde estuda temas como privacidade. Também é auxiliar de pesquisa na Clínica de Direitos Humanos da UERJ. Possui interesse em internet das coisas, governança da internet, democracia, teoria institucional, privacidade e direitos fundamentais.